Aeronautas e aeroviários lançam Campanha Salarial nesta quarta em Guarulhos

Será lançada oficialmente nesta quarta-feira (21), às 7h, no aeroporto de Guarulhos, a Campanha Salarial dos aeronautas e aeroviários. A pauta de reivindicações para a renovação da Convenção Coletiva dos aeronautas da aviação regular para 2016/2017, aprovada pelos tripulantes em assembleia, já foi entregue às empresas no último dia 15.

Nesta quarta, haverá um ato em frente à sala do Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos, localizada entre os Terminais 2 e 3, no desembarque doméstico, no térreo (entrada da Infraero). A concentração será às 6h.

Entre os motes da campanha estão a preservação de direitos, o respeito à categoria e a segurança na aviação.

A entrega da pauta de reivindicações foi adiantada em 15 dias de forma a agilizar a negociação, para que se tente atingir um acordo até a data base da categoria, 1º de dezembro.

As empresas se comprometeram a analisar todos os apontamentos e responder com uma contraproposta em reunião a ser marcada em breve.

INPC + aumento real de 5%

Em assembleias dos aeronautas realizadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas, Brasília, Porto Alegre, foi aprovada a reivindicações de reposição integral da inflação na data-base pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), acrescido de 5% de aumento real.

Confira as principais reivindicações dos aeronautas:

Cláusulas Econômicas
– Reajuste salarial e de pisos pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) acrescido de 5% a título de aumento real;
– Reajuste de diárias nacionais em 20%;
– Reajuste de diárias internacionais (De US$ 18 para US$ 21 para América do Sul e Caribe, de US$ 20 para US$ 25 para América do Norte e México, de 20 para 25 euros para Europa, de 20 para 25 libras para a Inglaterra e de US$20 para US$25 para demais localidades);
– Reajuste de vale alimentação em 20%, sem o teto para o pagamento;
– Reajuste de seguro de vida em 20%.

Cláusulas Sociais
– Disponibilização de escalas com 5 dias de antecedência;
– Eliminação da restrição de 5 assentos para o Passe Livre;
– Reembolso para qualquer exame necessário quando da revalidação de CMA;
– Fornecimento pelas empresas de condução, quando na base, para apresentações ou encerramentos entre 23h e 6h;
– Período oposto de 10 dias;
– Descanso da tripulação comercial em voos com tripulação composta ou revezamento.

Caber lembrar que toda decisão sobre a renovação da CCT é sempre tomada pelos tripulantes, em assembleia. Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação e participem de todas as deliberações. Precisamos da união dos aeronautas para construir uma profissão cada vez melhor.